Barú é uma qualidade de Xango arredio e que veste preto, marrom ou Marrom e branco. Não come Amalá nem Quiabo e está ligado a Yemanjá em Tapá, Exú e Oyá Topé.

Algumas lendas e casas o ligam a Ìrókò, Dando a ele Amendoim cozido e Padè (por sua ligação a Esù). Barú detesta injustiça e defende os certos, porém não tolera erros, se livra de tosdos seus inimigos para não voltarem a cometer o mesmo erro.

Na Africa ficou conhecido como “Doido” porque durante seu reinado fez algumas besteiras, motivo pelo qual na África não se raspa nem se assenta esse Orixá.

Suas contas são um mistério, pois alguams casas usam o vermelho e o branco e outras usam o marrom, sendo que algumas outras ainda intercalam as marrons com contas pretas (12 marrons e 1 preta).

Informações:

Cores: Marrom e Preto ou Vermelho e Branco

Saudação: Kawò Kábiyèsilè (Venham ver o rei descer do céu)

Dias da Semana: Quinta-feira

Números: 12, 1, 6, 11, 3

Planeta: Jupter e Mercúrio

Elemento: Fogo e Ar

Ervas: Alfavaca, Cafeeiro, Taioba, Pará-raio, Nóz Moscada, Erva de santa Maria, Erva de São João, Cordão de Frade, Caruru, Goiabeira, Panasséia, Alevante, Azedinha, Melão de São Caetano, Morangueiro, Romã, Tiririca, Urucú, etc…

Simbolos: Dois Oxês Cruzados.

Animais: Tartaruga, Carneiro e Leão

Sincretisto: São Jerônimo

Características dos Filhos de Xango, especialmente Barú:

Os filhos de Xangô são tidos como grandes conquistadores fortemente atraídos pelo sexo e o relacionamento predominantemente sexual assume papel importante em sua vida.
Honestos e sinceros em seus relacionamentos mais duradouros, para eles sexo é algo vital, insubstituível, mas o objeto sexual em si não é merecedor de tanta atenção depois de satisfeito o desejo.

Donos de uma enorme auto-estima, têm uma clara consciência de que são importantes e dignos de respeito e atenção. Acreditam que sua opinião será decisiva sobre quase todos os tópicos, consciência um pouco egocêntrica, mas de uma naturalidade desconcertante.

Não aceitam muito as opniões alheias e acham que podem resolver todos seus problemas sozinho, tem momentos calmos mas derrepente se tomam por uma fúria incontrolável. Vezes quieto e nãigam pra opnião alheia, mas outras vezes se infurecem e dizem o que não querem ouvir.

Não aceita injustiça e se cega diante das paixões duradouras e passageiras, sõa bons mais não se prende totamelmente a alguem o que pode parecer que não está “nem aí”. São risonhos, amantes da boa comiga e brincalhoes (pois possui uma ligação com exú muito forte), Gostam de exercer a autoridade e não podem ser contraiados. Possui grande censo para a justiça e defende os certos.

Extremamente enérgicos e autoritários, gostam de exercer influência nas pessoas e dominar a todos, são líderes por natureza, justos honestos e equilibrados, porém quando contrariados, ficam possuídos de ira violenta e incontrolável.

Suas características físicas são de alguem forte e geralmente inofencivos, mas saõ dotados de força moral e vezes a energia corporal, onde passam impõe silencio e respeito, mas logo se mostram amigos e brincalhões. Falam grosso e seu geito meio curvado os colocam em posição de destaque.

Assim como Xangô, gostam de exercer a liderança e o controle, quando isso não é possível… Os filhos de Barú logo se sentem diminuidos e fracos. Sua maior Kizila é a morte e o Carangueijo. sendo para eles o combustível o Sexo e tudo que se relaciona a esse tema.

Contam vantagem, mais quase sempre suas histórias são verdadeiras.

Suas carreiras mais promoissoras são: Juizes, advogados e defensores, dentistas, médicos, tatuador e vendedor, tem aptidão para os negocios e marketing poi são bons influênciadores.

Diz-se em muitos Axés que Barú é o Xangô mais difícil de se fazer em Yawò.

Anúncios