O Espiritualismo e o Espiritismo

Em pleno seculo XXI, ainda se discute diferenças entre o espiritismo e o espiritualismo, que se confundem pelo fato de Lidarem com espiritos e seres de outro plano.

O espiritismo pode se classificar pelo culto aos ensinamentos de Kardec e a forte ligação com a igreja católica. Porém, a questão que não cala é: Quem “mexe” com espiritos é espirita?… De certa forma!

Em base, O espiritualismo é  a crença na força das divindades, da alma, de Deus  praticado basicamente pelo Candomblé e pela Umbanda.

Sendo que não vai de encontro basicamente buscar a evolução espiritual e a ajuda do ser humano aos espiritos, para que possam encontrar a “LUZ”, Crença de Kardec.

Pode também fazer lembrar que não é uma forte crença das religiões o céu e o inferno Judaico-cristão, que acaba por contrariar o espiritismo.

Nesses relatos já recolhidos, entra a Umbanda que ainda traz a forte ligação entre o espiritismo e o espiritualismo.

Durante algum tempo na história, os espiritualistas denominados assim, eram os que buscavam um esquilibrio interior e enxergavam o mundo de uma forma mais calma, ainda que as explicação não estivessem diretamente ligadas ao além.

Vindo de Chico Chavier: Será que Socrates não era um Médium?, pois a filosofia e a busca pela verdade absoluta (DEUS) de forma comoda aos nossos conhecimentos.

Todo Espírita é necessariamente espiritualista; mas pode o espiritualista não ser um espírita.