A pergunta do século é: Quem somos? E, De onde viemos?

Estudos para saber a resposta não é o bastante, quando, se é nescessário saber, Com qual propósito nascemos?.

Negar-se a “Vestir a camisa” do destino é negar-se á viver. Porém ficar na dependência do que virá é “Folga demais”.

A vaidade é a maior pedra no caminho daqueles que querem aceitar a sí mesmo, pois, todos nos queremos ser importantes e únicos. na hierarquia da vida, quem não quer estar no topo?

Levar esse assunto para a sociedade religiosa é mais facil que se pensa… sabe como?

A Figura do lider espiritual é sempre a mais cobiçada, pois é ele quem conduz toda nação de religiosos que seu templo comporta, e se torna a visão do Quase-Leigo achar que os demais são insignificantes.

Se apenas uma pessoa detivesse todo o poder religioso, de que adintaria a hierarquia e anos de estudos?

Pois bem, Todos somos importantes, somos como um Quebra-Cabeça, onde todas as peças são fundamentais; Um Axé não se toca sozinho!

Todos nos somos Grandes e ao mesmo tempo Iguais perante DEUS, Nossa função é insubstituivel, Pena que somos tão fracos para perceber tudas essa coisas.

Orunmilá, o Testemunho, Sabendo disso e faz cumprir a lei do livre ábitrio de Olorún, pois desde antes sabe-se que a rebeldia da nossa natureza nos fariam contestar a nossa função terrena e os propósitos e oficios da existência humana.

AXÉ!